Inicio / 2007 / Palavrantiga – Sobre a Banda, Álbuns e Retorno

Palavrantiga – Sobre a Banda, Álbuns e Retorno

Palavrantiga – Sobre a Banda, Álbuns e Retorno
Gostou? Avalie

O Palavrantiga realmente voltará em 2018?

Sobre a Banda

O Palavrantiga nasceu em meados de 2007 com os integrantes da banda de apoio da cantora Heloísa Rosa, que dava grande apoio ao projeto deles. No entanto, o próprio Marcos Almeida (vocalista) conta que a junção dos integrantes da banda não se deu de maneira rápida. Em 2004 Heloísa Rosa estava iniciando sua carreira solo e tanto o Felipe Vieira (baixista) quanto o Lucas Fonseca (baterista) já faziam parte da banda de apoio de Rosa, assim como Josias Alexandre (guitarrista), irmão de Heloísa Rosa, que veio a se integrar tempos depois. Necessitava-se, então, de um tecladista para a banda. Foi então que, através de uma indicação, Marcos Almeida foi inserido no grupo, já que estava estudando piano.

Com o casamento da cantora Heloísa Rosa em 2007, os membros do Palavrantiga (até então não formado) apresentaram a mesma algumas composições de Marcos Almeida. E foi baseado na amizade entre eles e o conteúdo apresentado, que Heloísa os incentivou a montar uma banda própria. 

 

Começo de Carreira (2008 – 2010)

Então, após o conselho de Heloísa, teve início o processo de produção. O primeiro trabalho que a banda lançou (agora já Palavrantiga) foi o Palavrantiga – Volume 1, em 2008, que foi feito em formato físico em SMD (um formato de áudio que pode armazenar até 64 minutos de música com a mesma qualidade de um CD convencional) e ficou disponível para download no MySpace. O Palavrantiga-Volume 1 alcançou um sucesso extraordinário e fora do normal, afinal era só um trabalho independente. Inclusive as músicas “Casa” e “Pensei”, os maiores hits da banda, estão presentes neste primeiro trabalho.

Em 2009, Marcos Almeida continua suas gravações, e foi com a produção de Jordan Macedo e Lúcio Souza que o Palavrantiga veio a lançar o Esperar é Caminhar, que continha quatro músicas já gravadas, que estavam no primeiro trabalho da banda: Palavrantiga – Volume 1.

Sobre o Mesmo Chão (2012)

O escritor holandês convertido ao cristianismo, Hans Rookmaaker, exerceu grande influência sobre a banda, fazendo nascer o segundo e último álbum do Palavrantiga, no ano de 2012. Contratados pela Som Livre, a gravadora, a princípio, não sabia exatamente em qual categoria encaixar a banda, então o Palavrantiga sugeriu o encaixe no rock nacional.

O álbum “Sobre o Mesmo Chão” recebeu diversas críticas diferentes entre si. De maneira geral algumas mídias especializadas, principalmente de origem cristão, elogiaram bastante o trabalho. Em contrapartida, o portal Fita Bruta considerou-o um trabalho contraditório e complexo em sua filosofia.  “Soa mesmo como um grupo de rock cristão tentando não sê-lo. Nem quente, nem frio. Um disco morno, de uma banda que pode voltar a surpreender ao decidir se desvencilhar de vez da imagem cristã – onde está a real massa de público do grupo, vale lembrar – ou voltar às próprias origens e resgatar canções como “Casa”, “O amor que nos faz um” e “Feito de barro”” escreveu o jornalista, autor da resenha.

Separação e Volta em 2018

No ano de 2014 foi anunciada a saída do vocalista, Marcos Almeida, até o final da turnê Sobre o Mesmo Chão, em julho daquele mesmo ano. Meses após sua saída da banda, Marcos lançou seu primeiro single em carreira solo, “Biquíni de Natal”, e anunciou a gravação de um disco solo ao vivo intitulado “Eu Sarau – Parte 1”, lançado em fevereiro de 2016.

No entanto, no mês de outubro deste ano, Marcos Almeida e Felipe Vieira anunciaram a volta da banda, em sua página de Facebook, com dois novos integrantes, pois Josias Alexandre e Lucas Fonseca estão se dedicando, no momento, a outros sonhos.

Não se sabe ainda quem são os dois novos integrantes, mas a volta do Palavrantiga é certa, já com turnê agendada para 2018.

 

Veja isto!

CD Rose Nascimento – Uma Questão de Fé

CD Rose Nascimento – Uma Questão de FéGostou? Avalie CD Rose Nascimento – Uma Questão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *